EVANGELIZAÇÃO PARA CRIANÇAS

Atividades

  •     Vou  reunir nesta página bastante atividades que encontrar na net e também com outras professoras e pesquisas, para ajudar na ebf e também no aprendizado, das crianças na escola e também em casa


PORQUE ESTUDAR A BÍBLIA ?
  • Os ensinos bíblicos são imprescindíveis para o homem. Na Bíblia existem doutrinas (ensinos), poemas, provérbios, cânticos, histórias, revelações, profecias, comentários, narrativas e outras formas literárias, abrangendo 66 livros, que foram escritos por 40 diferentes autores, sob inspiração do Espírito Santo de Deus (livro de 2 Pedro, capítulo 1, verso 21).
  • Desprezar este conteúdo, é ignorar um conteúdo espiritual inestimável.
  • A sabedoria da Bíblia, chamada também "Palavra de Deus" é uma fonte a jorrar para a vida eterna. Nela, se encontra o Plano de Salvação para o homem, a justiça, a misericórdia, o amor, a eternidade, a santidade.
  • O propósito de estudar a Bíblia, de forma ordenada e contínua, é que as Sagradas Letras podem:

  1.  Levar-nos á fé salvadora em Cristo Jesus (João 20.21).
  2.  Orientar-nos sobre decisões do dia-a-dia (2 Timóteo 3.16).
  3.  Guardar-nos contra superstições, mentiras e enganos (Salmo 119.105).
  4.  Livrar-nos de cairmos em pecados, desordem emocional e cegueira espiritual (Salmo 119.11, Efésios 6.17, Apocalipse 1.3).
  5.  Dar-nos sabedoria e compreensão sobre fatos do passado, do presente e do futuro (Salmo 19.8, 2 Pedro 1.19, Apocalipse 1.1).
A EBD COMO ELEMENTO INFLUENCIADOR DA SOCIEDADE
Júlio César Zanluca 
A tarefa de um obreiro juvenil é exigente – mas também recompensadora. Em geral, a imagem pública das igrejas é frequentemente a de uma organização voltada a reabilitar as pessoas em dificuldades – recuperação de vícios, traumas, desordem moral.
Mas a sua influência sobre a vida de jovens tem, muito provavelmente, sido ainda maior. A reputação de ser um serviço de socorro na base de um precipício é bem real, mas uma quantidade bem maior de jovens tem sido direcionada para os caminhos cristãos por meio dos obreiros da juventude. 
Cada jovem impactado pelo evangelho é um a menos na beira do precipício. Ganhar uma criança ou um jovem para Cristo, significa uma vida completa e incólume a ser apresentada a Ele. O que é muito melhor do que tentar consertar, mas tarde, as peças quebradas. 
Pela EBD, passarão novos líderes, crianças e jovens hoje que serão adultos amanhã, e que serão nossos representantes na escola, na igreja, no governo e nas instituições. O que dissermos ou ensinarmos a elas, hoje, influenciará o futuro de nossa nação. 
Se abandonarmos o ensino e nos rendermos a uma apresentação superficial do evangelho, estaremos comprometendo nossos princípios, nossas crianças, nossos jovens e nosso futuro moral. A igreja que desiste de ensinar, além de estar desobedecendo à ordem de Jesus em Mateus 28.20, está entregando os pontos para o adversário, fazendo da preguiça e do comodismo o seu evangelho. 
Obreiro: lembre-se que você é a pessoa chamada por Deus para influenciar vidas, pelo ensino persistente da Bíblia! Nunca despreze uma criança ou um jovem, ou uma pequena classe, mesmo que as dificuldades sejam maiores que as certezas.
Lembre-se sempre das palavras do Mestre dos mestres: “Vede, não desprezeis a qualquer destes pequeninos; porque eu vos afirmo que os seus anjos nos céus vêem incessantemente a face de meu Pai celeste ... não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos.” (Mateus 18.10-14).
  • SÉRIE GÊNESIS
  • LIÇÃO 1 – A CRIAÇÃO – INTRODUÇÃO
Leitura Bíblia inicial: Gênesis 1.1-5, 26 e 27

Gênesis significa “começo”. Começo do universo, da vida, do homem, do pecado.

Nota: Deus não teve começo, ele sempre existiu e sempre existirá.

Qual a importância para nós sabermos que Deus criou todas as coisas?

1)      Sabemos que somos plano dEle, não somos frutos do acaso (“evolução”).
2)      Ele fez tudo para a Sua glória (Sl 19.1, Ef 1.6)

Deus é o Criador. Do nada, Ele fez tudo o que existe. Vamos verificar algumas de suas obras (deixar os alunos responderem)

Gênesis 1.3 - …………………...........................................................................................
Gênesis 1.7 - …………………...........................................................................................
Gênesis 1.9-10 - …………………......................................................................................
Gênesis 1.11: - ………………............................................................................................
Gênesis 1.14 - ………………….........................................................................................
Gênesis 1.20 - ………………….........................................................................................
Gênesis 1.25 - ………………….........................................................................................
Gênesis 1.26 - ………………….........................................................................................

Destas coisas, qual você entende mais maravilhoso? Por quê?

No sexto dia, quando concluiu a sua obra, ele constatou que tudo era “muito bom”. Havia harmonia e paz – e Deus descansou no 7º dia (leia Gn 2.1-2). Portanto, a criação foi realizada em 6 dias – muitas pessoas não acreditam que foi assim, porém nós, que cremos que a Bíblia é exata, entendemos que o poder de Deus é suficiente para fazer tudo o que existe do nada! Isto se chama fé, crer que Deus é o agente da criação, e a origem de tudo.

O fato dEle ter feito tudo o que existe a partir do nada evidencia que Ele é “Todo-Poderoso” (Deus pode todas as coisas).

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA (fazer em casa e trazer na próxima aula)

Tente descobrir nos versículos abaixo a resposta para as seguintes questões:

1) Gênesis 2.1: Deus cuidou que tudo fosse feito de forma completa. Qual a frase, neste versículo, que demonstra isto?
…………………................................................................................................................

2) Gênesis 1.22: Além de criar os animais, Deus fez mais uma ação. Qual foi?
…………………................................................................................................................

3) Gênesis 2.8 – Qual foi o nome do jardim criado por Deus?
................................................................................................................

4) Gênesis 1.26 – Observe o plural “façamos”. A quem você entende que se refere este versículo?
…………………................................................................................................................

5) Gênesis 1.30 – Há um detalhe interessante aqui: Deus prescreve a comida para todos os animais que criou. Qual era esta comida?
…………………................................................................................................................

Ler os capítulos 1 e 2 de Gênesis até a próxima aula (todos os versículos).

Versículo para decorar: Salmo 19.1

Respostas dos exercícios:

1)      “... e tudo o que neles há”
2)      Os abençoou
3)      Éden
4)      Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo (Trindade)
5)      Todos os vegetais

LIÇÃO 2 – A CRIAÇÃO – CONCLUSÃO

Professor: verifique as questões da Lição 1, revendo as respostas dadas pelos alunos.

Leitura Bíblica inicial: Gênesis 1.31-2.3 e 2.15

Perguntas para a classe (deixar os alunos responderem!):

  • Qual foram as tarefas dadas por Deus ao homem, em relação ao Jardim do Éden? Gn 2.15

  • Quais as 5 ordens dadas por Deus ao homem, em relação à criação? Gn 1.28

  • Em que Deus se inspirou para criar o homem? Gn 1.27

  • Qual o material que Deus utilizou para criar a mulher? Gn 2.21-22

  • O que o homem concluiu ao ver a mulher? Gn 2.23

  • O que Deus fez no sétimo dia? Gn 2.2.

Houve 2 propósitos principais de Deus ao criar o homem: amá-lo e ter comunhão com Ele.

Quem esteve na criação com Deus? Veja João 1.1-2.

O Universo não poderia existir, sem a atuação da Palavra de Deus – João 1.3.

Vamos refletir sobre Salmo 19.1-4:

  1. Quem declara a glória de Deus, segundo estes versículos?
  2. A criação é uma evidência que Deus existe, pois percebemos ordem, beleza e organização.
  3. Deus se revela como Todo-Poderoso (que pode tudo). O homem pode transformar coisas (fazer computadores, a partir de materiais existentes), mas somente Deus pode criar coisas!

Você observa, pelos versículos bíblicos que estudamos, o cuidado especial de Deus em cada detalhe da criação! Por exemplo, se Ele não tivesse criado o Sol, não receberíamos energia, nem calor, nem luz durante o dia. Deus providenciou tudo!

Assim, a criação foi completa, evidenciando que Deus é um Deus de amor, de cuidado, de atenção, de zelo. Deu alimentos aos animais, separou as águas da terra, colocou o Sol e a Lua, cuidou para que um jardim especial abrigasse o homem, etc.

Localizar no mapa do Oriente Médio onde fica o rio Eufrates, mostrando aos alunos. Após, peça para um aluno ler Gn 2.10-14, e descreva o que é mencionado sobre ele.

Versículo para Decorar: “E Deus viu tudo o que havia feito, e tudo havia ficado muito bom” – Gênesis 1.31.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1)      Leia o Salmo 139 e anote 3 versículos que falam sobre o cuidado de Deus:
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................

2)      Será que Deus criará mais alguma coisa? Pesquise nos versículos abaixo e chegue a uma conclusão, anotando o que entender interessante:

a) 2 Coríntios 5.17:
…………………........................................................................................................
b) Apocalipse 21.1:
…………………........................................................................................................
c) Apocalipse 21.5:
…………………........................................................................................................
d) Lamentações 3.22-23:
…………………........................................................................................................

3) Um detalhe muito importante, em toda a Bíblia, é que Deus não se limitou a cuidar da sua criação apenas nos 6 dias que a realizou. Até hoje Ele tem cuidado, e governa todas as coisas. Veja alguns versículos e procure as expressões que confirmam isto:

a) Deuteronômio 7.13: ...........................................................................................................
b) 1 Crônicas 29.12: ...............................................................................................................
c) Salmo 104.14: ....................................................................................................................
d) Salmo 139.16: ....................................................................................................................
e) Salmo 147.4: ......................................................................................................................
f) Romanos 5.5: .....................................................................................................................
g) Hebreus 13.5: .....................................................................................................................

4) Não apenas Gênesis menciona a criação – algumas outras passagens são: Is 40.26, 41.20, 42.5, 45.18,  Mc 10.6, Rm 1.20, Ap 10.06 – Leia estes trechos e indique 2 detalhes que lhe chamaram a atenção:

I.........................................................................................................................................................................................................................................................................................

II........................................................................................................................................................................................................................................................................................

Respostas dos exercícios:

1) versos 13, 14, 16.

2)
a) Se alguém está em Cristo, é nova criação
b) Deus fará novos céus e nova terra
c) Fará novas todas as coisas
d) As misericórdias de Deus são renovadas a cada manhã!

3)
a) "fará com que vocês se multipliquem"
b) "dominas sobre todas as coisas"
c) "é o Senhor que faz crescer o pasto para o gado, e as plantas que o homem cultiva"
d) "todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro"
e) "Ele determina o número de estrelas e chama cada uma pelo seu nome"
f) "derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo"
g) "nunca o deixarei, nunca o abandonarei"

4) (o aluno escreverá o que entendeu, seguem sugestões)
- Chama todas as estrelas pelo seu nome - Is 40.26
- Deus é eterno, Ele não foi criado, pois "vive para todo o sempre". Criou tudo, nada veio a existir sem sua ação - Ap 10.6
- Deus é a origem da vida - Is 42.5
- A terra foi criada para ser cheia de habitantes - Is 45.18
- Deus fez homem e mulher, ou seja, sexos distintos - Mc 10.6
- Ele se revela através da criação - Rm 1.20




LIÇÃO 3 – A QUEDA

Leitura: Gênesis 3.1-6 e 17-19.

Deus fez o homem livre, inclusive para obedecê-lo. Deus não queria brinquedos para manipular e controlar. Ele não criou robôs. O Criador não tencionou formar pessoas movidas a bateria. Ele queria gente de verdade a quem Ele pudesse amar e de quem pudesse ser amado. Queria que fossem livres para escolher. A isto chamamos de “livre-arbítrio”.

Satanás ocultou-se atrás de uma serpente para questionar a aliança Edênica (v.1). A mulher respondeu corretamente (vv.2-3).

Professor: deixe os alunos pesquisarem na Bíblia os versículos entre parênteses – apenas mencione a questão:

Qual foi a mentira que a serpente disse à mulher? (Gn 3.4)
Compare com o que Deus havia dito: (Gn 2.16,17).
Porque a serpente quis mentir?
Quais são os propósitos de Satanás? Jo 10.10
Qual seu apelido? Jo 8.44.
Qual o nome do fruto que não poderia ser comido? (Gn 2.17)
O que o homem poderia comer? (Gn 2.16)
O que aconteceu imediatamente após a desobediência? (Gn 3.7)

A percepção da nudez foi de que perderam a proteção do corpo que tinham antes da queda – conheceram e enxergaram o mal, sabendo que haveria uma conseqüência para isto. A primeira coisa que fizeram foi cobrirem-se com folhas, tentando afastar o desconforto físico e espiritual que sentiam. O pecado é assim: causa-nos embaraço!

Quem Adão acusou (3.12)? E a mulher? (3.13).

·      Resultados da queda:
1.    Conhecimento do mal (3.22)
2.    Perda da comunhão com Deus (3.23-24)
3.    Morte espiritual e física
4.    Maldição da terra (3.19)
5.    Dores (3.16)
6.    Expulsão do Éden (3.23-24)

Por causa da desobediência, o homem perdeu sua comunhão com Deus, foi expulso do paraíso e o pecado passou para todos nós. Não era este o plano de Deus. Mas o homem teve liberdade para decidir se seguia ou não as instruções divinas.

Até hoje, o homem tem liberdade para aceitar ou não a vontade de Deus em sua vida. E você? Está submisso ao que Deus deseja?

A misericórdia de Deus se evidencia em Gn 3.14-15. Também em Gn 3.21. É a “Aliança Adâmica”:
1. Deus promete um Salvador: Gn 3.15
2. Sacrifício de sangue: Gn 3.21 e 4.4
3. Cultivo da terra para alimentação: Gn 3.23

Versículo para decorar: João 10.10.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1. Deus havia afirmado em Gn 2.17 que a desobediência traria a morte. Porém, Adão e Eva não morreram (fisicamente falando) logo após pecarem. Converse com seus pais e troque idéias com eles – que tipo de morte Deus estava se referindo?
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................

2. Infelizmente, o homem (ser humano) desviou-se dos propósitos divinos, e pecou (desobedeceu). Leia Gn 3.1-12 e descubra quais versículos que mencionam:

  • a) Onde Adão culpa Eva pelo que fez: .................................
  • b) Onde a serpente lança uma mentira: .................................
  • c) Onde Adão e Eva se escondem: ........................................
  • d) Onde percebem que estavam nus: ......................................
  • e) Onde Deus faz perguntas ao homem: ................................

3. Agora leia Gn 3.20-24 e complete o quadro:

Resposta:
N° do versículo
a) Quem deu o nome à Eva


b) De onde o homem foi expulso


c) Material que Deus utilizou para fazer roupas


d) Nome do fruto da árvore que fazia o homem viver




Respostas dos exercícios:

1) A morte espiritual, num primeiro momento - perderam a comunhão perfeita com Deus - e a morte física, após determinados anos.

2)
a) v.12
b) v. 4
c) v. 8
d) v. 7
e) vv. 9, 11 e 13

3)
a) Adão, v. 20
b) Jardim do Éden, v. 23
c) pele, v. 21
d) árvore da vida, v. 24

LIÇÃO 4 – CAIM E ABEL
Gênesis - Capítulo 4

Professor: deixe os alunos pesquisarem os versículos e encontrarem eles mesmos as respostas:

- Caim e Abel eram filhos de ....? (Gn 4.1-2)
- O que cada um se tornou? (Gn 4.2)
- O que Caim fez? (Gn 4.3)
- O que Abel fez? (Gn 4.4)
- De quem o Senhor aceitou a oferta? (Gn 4.4)

Segundo a Bíblia, Abel era um homem de fé (Hb 11.4). Esta é a diferença entre as ofertas: Abel consagrou sua oferta, pela fé, e Caim trouxe sua oferta para agradar a Deus pelas obras, e não pela fé.

Caim confiou em sua oferta e não em Deus. Abel confiou em Deus e não na sua oferta. O elemento divisor para agradar a Deus é a fé (Hb 11.6).

- O que aconteceu com Caim? (Gn 4.5)
- Quais foram os conselhos do Senhor com Caim? (Gn 4.6-7)

Infelizmente, o coração de Caim permaneceu desgostoso e incrédulo. Não seguiu os conselhos que o Senhor lhe havia dado e deu vazão a seus impulsos, matando Abel - Gn 4.8.

Questões a serem debatidas na classe:
1. Por que Caim estava errado? (Sua oferta não foi agradável a Deus porque não foi feita pela fé, como a de Abel. O desgosto dele levou à ira, e esta ao descontrole de suas atitudes a ponto de matar seu irmão)
2. Por que a fé é tão importante em nossa relação com Deus? (É pela fé que recebemos a graça de Deus – Ef 2.8, nossas boas obras nunca pagarão nossos pecados – Gl 2.16, Ef 2.5)

Versículo para decorar: “Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim” – Hebreus 11.4.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna

1. Profissão de Abel (Gn 4.2)
a. Node
2. Profissão de Caim (Gn 4.2)
b. Caim
3. Local onde Abel foi morto (Gn 4.8)
c. Agricultor
4. Primeiro filho de Eva (Gn 4.1)
d. Pastor de ovelhas
5. Local onde Caim viveu (Gn 4.16)
e. Campo

2) Procure, em Gênesis capítulo 4, o versículo que fala sobre:

a- Uma pergunta que o Senhor fez a Caim: ___________
b- Onde Deus coloca um sinal em Caim: __________
c- Onde Eva fala: _______________

3) Em outras partes da Bíblia, há comentários sobre Abel e sua oferta. Leia os versículos abaixo e anote:

a) Como Abel foi chamado em Mt 23.35: ________________
Hebreus 11.4:
b) O tamanho do sacrifício: ___________________________
c) O que ele alcançou: _______________________________
d) O que Deus fez: __________________________________
e) O que, depois de morto, a fé de Abel faz: ______________

4) Anote V para verdadeiro e F para falso:

a(   ) O Senhor disse a Caim que o pecado é uma ameaça – Gn 4.7
b(   ) Caim ficou contente após matar Abel – Gn 4.13-14
c(   ) O 3º filho de Eva foi Sete – Gn 4.25
d(   ) Na época de Abel se começou a invocar o Senhor – Gn 4.26
e(   ) Caim adorou a Deus e permaneceu em sua terra – Gn 4.16

Respostas dos exercícios:

1)
1-d
2-c
3-e
4-b
5-a

2)
a) v. 9
b) v.15
c) vv. 1 e 25

3)
a) justo
b) superior ao de Caim
c) foi reconhecido como justo
d) aprovou as suas ofertas
e) fala

4)
a) V
b) F (ficou com medo)
c) V
d) F (na época de Sete)
e) F (afastou-se da presença do Senhor e foi viver na terra de Node)

IÇÃO 5 – NOÉ E O DILÚVIO


Gênesis - Capítulos 6 a 8

Professor: uma das motivações para o ensino bíblico é que o próprio aluno encontre a resposta em sua Bíblia. Leiam em conjunto Gn 6.9-22, 7.1, 4, 9-10 e 12-13 e deixe as questões abaixo para que seus alunos pesquisem e respondam (não mencione o versículo, deixe eles procurarem!):

- Porque Deus decidiu tirar toda a vida na terra? (Gn 6.5, 11-12)
- Qual seria o método de destruição? (Gn 6.17)
- O que a Bíblia fala sobre Noé? (Gn 6.9)
- Qual seria o tempo que choveria sem cessar? (Gn 7.4)
- Quantas pessoas entraram na Arca? (Gn 7.13)
- Além de construir a arca, o que mais Noé deveria fazer? (Gn 6.19-21)
- Qual foi o método de captura dos animais? (Gn 6.20 e 7.9)
- Quantos dias Noé ficou na arca antes que chovesse? (Gn 7.10)
- Número de dias que as chuvas caíram (Gn 7.12)

Apesar de Deus amar o homem, odeia o pecado. A situação na terra era insuportável – somente um homem foi chamado de justo entre todos! A violência, a corrupção e a disseminação do pecado precisavam um freio, e Deus resolveu agir antes que o próprio Noé, o último homem justo (Gn 7.1), viesse a perecer.

Vamos ler a descrição da arca: Gn 6.14-16. Noé recebeu uma tarefa pesada e difícil: construir uma arca de 133 metros de comprimento, 22 metros de largura e 13,5 metros de altura, com 3 compartimentos (andares).

Questões a serem debatidas na classe:
1. Existe semelhança entre nossa época e a época de Noé? (Destaque a violência, incentivada por filmes e games, e a corrupção desenfreada na política e nos empreendimentos humanos)
2. Qual a arca de salvação para nossos dias? (Jesus Cristo é o único caminho de salvação – At 4.12).

Versículo para decorar: “Não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos” – Atos 4.12.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna:

1. Um dos filhos de Noé (Gn 6.10)
a. Três
2. Material que a arca foi feita (Gn 6.14)
b. Quase sete metros acima dos montes
3. Número de andares da arca (Gn 6.16)
c. Sem
4. Número de pessoas que entraram na arca (Gn 7.13)
d. Cipreste
5. Nível das águas do dilúvio (Gn 7.20)
e. Oito

2) Procure, em Gênesis capítulo 8, a resposta e o versículo que fala sobre:

a- O que Deus enviou para baixar as águas: _________________
b- Local onde a arca parou: __________
c- Animal que Noé soltou pela primeira vez: _______________
d- Animal que Noé soltou pela segunda vez:  _______________
e- O que Noé construiu após sair da arca: ________________

3) Em outras partes da Bíblia, há comentários sobre o dilúvio e sobre Noé. Leia os versículos abaixo e anote:

a) Isaías 54.9 – O que Deus jurou: ____________________________________________________________________
b) Mateus 24.36-39 - a que Jesus comparou os dias de Noé: ______________________
c) 2 Pedro 2.5 - Como Noé foi chamado: ___________________________
d) Hebreus 11.7 – Como Noé condenou o mundo: __________________________

4) Anote V para verdadeiro e F para falso:

a - (   ) Desde a adolescência, o coração do homem é inclinado para o mal – Gn 8.21
b - (   ) Todos somos descendentes de Noé – Gn 9.18-19
c - (   ) Noé era pedreiro – Gn 9.20
d - (   ) O sinal da aliança de Deus com Noé foi o  céu azul - Gn 9.12-17
e - (   ) Os netos de Noé nasceram após o dilúvio – Gn 10.1

5) Converse com seus pais sobre o dilúvio e respondam: - Por que Deus salvou também os animais, e não apenas os homens?


Respostas dos exercícios:

1) 1c, 2d, 3a, 4e, 5b

2)
a- vento (v.1)
b- montanhas de Ararate (v.4)
c- corvo (v.7)
d- pomba (v.8)
e- um altar (v.20)

3)
a- as águas de Noé nunca mais tornariam a cobrir a Terra
b- à vinda do Filho do homem (Jesus)
c- pregador da justiça
d- por meio da fé

4)
a- F (desde a infância)
b-V
c- F (agricultor)
d- F (arco-íris)
e- V

5) (resposta pessoal, mas pode ser lembrado que a misericórdia de Deus estende-se também aos animais e também para prover uma nova fonte alimentar para o homem após o dilúvio - Gn 9.3)
____________________________________________________________________
LIÇÃO 6

ABRAÃO – O PAI DA FÉ


Gênesis 12 a 18

O homem caiu em pecado e perdeu a comunhão com seu Criador. Deus, entretanto, promete intervir e enviar um Salvador, logo após a queda do homem. Vamos ler Gênesis 3.15. “Descendente” quer dizer uma única pessoa, que pisaria a cabeça da serpente (inimiga do homem, que simboliza Satanás). Através desta pessoa, Deus estabeleceria a redenção (livramento) da humanidade caída no pecado.

Então, muitos anos depois, Deus chama um homem, Abrão, para dar sequência a seu plano de salvação. Leia Gênesis 12.1-3 e 17.1-5 e procurem responder em conjunto às seguintes questões:

- O que ele deveria fazer? Gn 12.1
- O que Deus prometeu a ele? Gn 12.2
- O que Abrão traria a todas as nações da terra? Gn 12.3
- Porque seu nome foi mudado? Gn 17.5

Abrão (com um “a) quer dizer “pai exaltado”
Abraão (com 2 “a”) quer dizer “pai de nações”. Em Gênesis 17.5, Deus muda o nome de Abrão para Abraão, com isto significando que sua descendência seria numerosa. Mas ele não tinha filhos, e estava então com 99 anos!

Deus é assim: usa nossas fraquezas e impossibilidades para demonstrar Sua força e poder! Abraão teve que crer nas promessas de Deus. Apesar da sua idade e da sua esposa, que era estéril e também idosa, Deus agiu na vida deles, como também age em nossas vidas.

Mas porque era tão importante que Abraão tivesse filhos e seus descendentes constituíssem uma nação?

Através da descendência de Abraão, Deus estabeleceria uma nação – os hebreus. Desta nação, viria a nascer o Salvador, que é o Messias (Jesus Cristo).

O plano de Deus foi assim traçado e nada impediria de isto ocorrer. Nem a esterilidade de Sara, nem a avançada idade de Abraão iriam impedir Deus de agir. A isto chamamos de “soberania de Deus”: Ele tem o poder de fazer todas as coisas ocorrerem conforme Seu santo e perfeito desejo! Abraão creu em Deus, e é um exemplo de fé confiante para todos nós. Leia Gênesis 15.4-6 e Romanos 4.16.

Abraão obedeceu a Deus, e peregrinou na terra de Canaã, saindo do lugar onde morava e indo para a terra que Deus lhe havia prometido – de Ur à Canaã são quase 1.000 km, numa época em que o principal meio de transporte era através de animais (camelos). Isto se compara também a nós, que somos chamados do mundo para a pátria celestial (céu) – somos apenas peregrinos (viajantes) aqui neste tempo!

Professor: procure mostrar, num mapa, as terras bíblicas – você obtém mapas na web – sugestão: http://www.compartilhandonaweb.com.br/imagens/mapa/omundodospatrarcas.jpg

Curiosidade: só existem 3 livros na Bíblia (Jó, Lucas e Atos) que não foram escritos pelos descendentes de Abraão. Todos os demais livros (63) foram revelados a seus descendentes!

Versículo para decorar: “Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça” – Gn 15.6.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Anote V para verdadeiro e F para falso. Abrão:

a (   ) Tinha 45 anos quando saiu de Harã – Gn 12.4
b (   ) Foi de Harã para o Egito – Gn 12.5
c (   ) Quando chegou em Siquém, ergueu um altar – Gn 12.6-7
d (   ) Ele entregou o dízimo (décima parte) de tudo o que tinha - Gn 14.18-20
e (   ) O número de descendentes dele seria 500 – Gn 13.16

2)      Descubra mais fatos sobre Abraão nos versículos abaixo:

a) Onde ele morava antes de viajar com seu pai para Harã? Gênesis 11.31
…………………........................................................................................................
b) Porque ele foi para o Egito? Gênesis 12.10
…………………........................................................................................................
c) Quem acompanhava-o em sua peregrinação? Gênesis 12.4-5
…………………........................................................................................................
d) Qual o nome e a idade da sua esposa? Gênesis 17.15-17
…………………........................................................................................................
e) Qual o nome do seu filho (prometido por Deus)? Gênesis 17.19
…………………........................................................................................................

3) Converse com seus pais sobre a fé de Abraão, e os desafios que teve que enfrentar em sua vida de peregrinação: fome (Gn 12.10), ameaças de morte (Gn 12.11-12), guerra (Gn 14.14-16), dúvidas (Gn 15.1-2 e 8) e provas (Gn 22.1-2). Nós também somos peregrinos neste mundo – porém nossa pátria prometida é no céu. O que teremos que enfrentar em nossa caminhada? Como venceremos tais obstáculos?
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................

4) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna

1. Nome do sobrinho de Abraão (Gn 11.31)
a. Três
2. Número de homens que lhe foram ao encontro (Gn 18.2)
b. Sarai
3. Nome do seu filho com a escrava Hagar (Gn 16.15)
c. Ló
4. Antigo nome da esposa de Abraão (Gn 17.15)
d. Quatro
5. Número de pontos cardeais lhe foi ordenado olhar (Gn 13.14-15)
e. Ismael


Respostas dos exercícios:

1a - F (tinha 75 anos)
1b - F (foram para Canaã)
1c - V
1d - V
1e - F (o número não é citado, mas será tão numerosa como a areia)

2a - Ur
2b - Porque havia fome em Canaã
2c - Ló, seu sobrinho
2d - Sara (antes Sarai), 90 anos
2e - Isaque

3 - (Resposta pessoal, porém, pode ser lembrado que enfrentaremos perseguições, tentações e até a morte. Venceremos tais obstáculos unicamente pela fé em Nosso Senhor e Salvador - 1 Jo 5.4)

4 - 1c, 2a, 3e, 4b, 5d


LIÇÃO 7 – ISAQUE E REBECA


Gênesis 24

Abraão não desejava que a esposa para filho Isaque fosse da terra de Canaã (atual Palestina), mas de sua parentela, na Mesopotâmia (atual Iraque). Os cananeus eram um povo idólatra, que sacrificava vida de crianças para seus deuses. Obviamente, Abraão, como amigo de Deus, não poderia aceitar estas práticas em sua família, por isso seu cuidado em escolher uma esposa para seu filho.

Nota para o professor: obtenha um mapa do Oriente Médio para indicar as regiões mencionadas aos alunos.

Buscar a vontade de Deus é mais importante do que obter todas as coisas do mundo (leia Mateus 16.26). Abraão insistiu com seu servo, para que de maneira alguma escolhesse uma esposa para Isaque entre o terrível povo de Canaã (Gn 24.3). Seu desejo (que também era a vontade de Deus) era afastar do pecado e do mal sua descendência. Ele sabia que nossos relacionamentos são importantes, e nos influenciam.

Buscamos a vontade de Deus para nossos relacionamentos:

1) Amizades - que sejam boas amizades e que não levem você a ser tentado a praticar o mal;
2) Namoro - que seja uma pessoa que confessa o Senhor Jesus como único e suficiente Salvador, e na época determinada e autorizada pelos seus pais;
3) Casamento - que seja, além de uma pessoa que confesse Jesus como Senhor e Salvador, alguém que queira servir ao Mestre para sempre, dentro e fora do casamento.

Professor: interaja com os alunos, através das seguintes perguntas (não lhes mostre o versículo, peça para lerem, em silêncio, Gn 24.10-14 e 25.20-21, somente após esta leitura inicie as perguntas):

- Para onde o servo de Abraão foi? Gn 24.10 (procure mostrar no mapa do Oriente Médio a posição aproximada da Mesopotâmia, atual Iraque).
- Onde ele parou? Gn 24.11
- Que ele fez lá? Gn 24.12
- Qual era o sinal para saber a esposa escolhida por Deus? Gn 24.14
- O que fez Isaque após casar-se com Rebeca? Gn 25.21

Como conhecer a vontade de Deus para nossa vida:
1) Pela Sua vontade revelada - a Bíblia.
2) Pela oração.
3) Aconselhando-se com quem tem sabedoria e discernimento (pais, professores e pastores) para guiá-lo para o bem.

Versículo para decorar: "Agrada-me fazer a Tua vontade, ó Deus meu." - Salmo 40.8

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Anote V para verdadeiro e F para falso. Abrãao:

a (   ) Chamou seu servo mais novo e lhe deu ordens a respeito da viagem que faria – Gn 24.2
b (   ) Ordenou ao servo que buscasse duas esposas para Isaque – Gn 24.4
c (   ) Exortou o servo a buscar uma esposa entre seus parentes – Gn 24.4
d (   ) Alertou que não deixasse seu filho Isaque ir para aquela terra - Gn 24.6
e (   ) Lembrou-se da promessa que Deus fizera – Gn 24.7

2)      Descubra mais fatos sobre a viagem do servo de Abraão nos versículos abaixo:

a) O que ele levou na viagem? Gênesis 24.10
…………………........................................................................................................
b) Qual foi o local que ele parou? Gênesis 24.11
…………………........................................................................................................
c) Como ele chamou Deus, em sua oração? Gênesis 24.12
…………………........................................................................................................
d) Qual seria a pergunta que ele faria para saber qual seria a futura esposa de Isaque? Gênesis 24.14
…………………........................................................................................................
e) Qual seria a resposta que confirmaria que encontrar a mulher certa? Gênesis 24.14
…………………........................................................................................................

3) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna, indicando também o versículo onde encontra-se a resposta (leia o capítulo 24 de Gênesis para encontrar as respostas corretas):

Questão
Resposta
Versículo
1. Nome que da mulher que seria futura esposa de Isaque
a. Naor
 
2. De quem ela era neta
b. Sara
 
3. Um dos irmãos dela, que foi citado primeiro no texto
c. Betuel
 
4. Nome da mãe de Isaque
d. Labão
 
5. Nome do pai da futura esposa de Isaque
e. Rebeca
 


Respostas dos exercícios:

1a - F (chamou seu servo mais velho)
1b - F (uma esposa)
1c - V
1d - V
1e - V

2a - Dez camelos e do que o Abraão tinha de melhor
2b - Junto ao poço que ficava fora da cidade
2c - "Deus do meu senhor Abraão"
2d - "Por favor, incline o seu cântaro e dê-me de beber"
2e - "Bebe. Também darei água aos teus camelos"

3 - 1e (Gn 24.15), 2a (Gn 24.24), 3d (Gn 24.29), 4b (Gn 24.66), 5c (Gn 24.15)

____________________________________________________________________
LIÇÃO 8 – ESAÚ E JACÓ
Gênesis 25 a 27

Isaque e Rebeca tiveram 2 filhos gêmeos, mas bem diferentes - vamos ver suas características em Gênesis 25.25-27:
Professor: lembre-se de envolver os alunos na aula, não dê as respostas de imediato, incentive-os a lerem os versículos e detalharem o que aprenderam.
Esaú - peludo, caçador, ruivo, o preferido de Isaque.
Jacó - liso, agricultor, o preferido de Rebeca.

O nome de Esaú significa "peludo", enquanto Jacó significa "suplantador, vencedor". Infelizmente, como veremos adiante, Jacó quis suplantar seu irmão pelos meios errados, desviando-se da vontade de Deus para sua vida e trazendo sobre si inúmeros problemas que poderiam perfeitamente serem evitados.

Quando buscamos interesses próprios acima de qualquer norma de conduta ou ética, erramos tremendamente!

Afinal, o que Jacó fez de errado?

1. Aproveitou-se da fraqueza de seu irmão - vamos ler detalhes em Gênesis 25.29-34. Naquela época, o direito de primogenitura (o primogênito, ou o filho mais velho) era muito importante. Quando morria o pai, recebia ele porção dobrada na distribuição dos bens de família (Dt 21.17). Esaú, por ter nascido primeiro, era que detinha este direito, mas Jacó comprou-o por um valor aviltante, injusto. A injustiça é uma das causas de grandes problemas nas famílias, em nossos relacionamentos e no mundo atual. O cristão deve extirpar de sua conduta a injustiça e a exploração das fraquezas dos outros para obter vantagem (professor: aproveite este momento para exemplificar algumas condutas incorretas, tais como pressionar alguém para fazer algo que não deseja, fazer um negócio injusto - receber muito dinheiro por algo que vale pouco, etc.).

2. Mentiu descaradamente - leia os detalhes em Gênesis 27.6-10, 18-19 e 24. Jacó e Rebeca se aliaram para enganar Isaque, que nesta época estava cego  (Gn 27.1). A mentira é um pecado especialmente incentivado por Satanás, é ele o pai da mentira (João 8.44). Definitivamente, nós não precisamos de qualquer desonestidade para recebermos as bênçãos de Deus!
Professor: incentive os alunos a refletirem sobre honestidade, procurando alertá-los que a mentira e o engano são destruidoras da confiança, da fidelidade e das verdadeiras amizades, além de ser nitidamente contrário à vontade de Deus.
As consequências dos pecados de Jacó: ódio, brigas na família, separação, tristeza - Gn 27.4145. O pecado sempre traz consequências, ainda que não sejam imediatas.

Tempo de reflexão (faça deste momento um período especial em que cada aluno examinará sua vida em relação às questões propostas):

a) O que você tem feito que o afasta de ter paz com Deus e com outros (familiares, parentes, amigos, colegas de escola)?
b) Você já eliminou o pecado da mentira da sua vida?
c) Quem pode ajudá-lo na luta contra o pecado? (O Espírito Santo, Gl 5.22-25).

Versículo para decorar: "Se os maus tentarem seduzi-lo, não ceda!" - Provérbios 1.10.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Anote V para verdadeiro e F para falso:

a (   ) O diabo é pai da mentira - João 8.44
b (   ) Jacó apenas obedeceu a Rebeca, e por isto não poderia ser culpado de mentira – Gn 27.5-13
c (   ) Esaú fez um bom negócio, ao vender seu direito de primogenitura – Gn 25.31-34
d (   ) Jacó ficou furioso quando se viu enganado por Esaú - Gn 27.41
e (   ) A consequência de mentiras, enganos e astúcias é que temos paz uns com os outros - Gn 27.42-45.

2)     Leia os versículos indicados e mencione as sucessivas mentiras que Jacó falou a seu pai:

a) Gênesis 27.19, primeira frase:
…………………........................................................................................................
b) Gênesis 27.19, segunda frase:
…………………........................................................................................................
c) Gênesis 27.19, terceira frase e Gênesis 27.20, segunda frase:
…………………........................................................................................................
d) Gênesis 27.24:
…………………........................................................................................................


Respostas dos exercícios:

1a - V
1b - F (professor: alerte que a mentira é sempre pecado, e não há justificativa alguma de obedecermos uma ordem que nos faça mentir e enganar outros)
1c - F (fez um péssimo negócio, aceitou ser explorado e desprezou a bênção que Deus lhe dera ao nascer)
1d - F (foi Esaú que ficou furioso ao ver-se enganado por Jacó)
1e - F (teremos conflitos, desarmonias e divisões, além da perda de confiança daqueles que enganamos)

2a - Afirmou ser Esaú
2b - Afirmou ter obedecido a ordem que, na verdade, foi dada exclusivamente a Esaú (Gn 27.1-4)
2c - Afirmou ter caçado (quando apenas tinha selecionado um cabrito do rebanho - Gn 27.9).
2d - Confirmou, pela segunda vez, ser Esaú.

____________________________________________________________________
LIÇÃO 9 – JACÓ MUDA DE VIDA
Gênesis 28 a 33

Jacó agora é um fugitivo e tem que enfrentar aquilo que semeou. Parte para uma terra distante, Padã-Arã, onde viviam seus parentes.
Professor: mostre num mapa o local onde Jacó morava (Canaã, atual Palestina) e para onde fugiu de Esaú (Padã-Arã na região de Harã, atual sul da Turquia).
O sonho de Jacó (Gn 28.10-15):
- Onde ele se encontrava? (em viagem)
- O que ele utilizou como travesseiro? (pedras)
- O que ele sonhou? (com uma escada cujo topo alcançava o céus, e os anjos subiam e desciam por ela)
- Quem lhe apareceu no sonho? (Deus)

Neste sonho, Deus lhe promete 3 coisas:
1. A terra (Gn 28.13)
2. Que sua descendência será enorme (Gn 28.14)
3. Que estaria com ele (Gn 28.15)
Professor: não dê as respostas de imediato, incentive-os a buscarem nos versículos os detalhes, assim você enriquecerá o interesse de seus alunos pela história
Apesar de tantos erros e pecados de Jacó, Deus o amava, e o guiaria a uma nova vida. Deus também nos ama, apesar de nossos pecados!

Jacó chega a Padã-Arã e conhece Raquel, sua futura esposa, e seu tio Labão (irmão de Rebeca, sua mãe). Qual foi a proposta de Jacó para Labão (Gn 29.18)?

O que aconteceu no dia do casamento? Gn 29.22-26. Jacó sentiu o gosto amargo de ser enganado - teve que trabalhar mais 7 anos para obter Raquel - Gn 29.30. Infelizmente, ele seria enganado várias vezes por seu sogro (Labão), mas o Senhor estava com ele, ajudando-o e fazendo-o prosperar.

Jacó decide retornar à sua casa após 20 anos, em obediência ao que Deus lhe ordena - Gn 31.13, 38-41. Na volta, Deus muda seu nome para "Israel" - que significa "que luta como príncipe", por ter lutado com o anjo do Senhor - Gn 32.28.

Nota: a luta de Jacó não foi contra um homem comum, mas contra o anjo do Senhor - representando uma luta de oração (Oséias 12.3-4). Vemos aí a fé de Jacó, em insistir na luta e na bênção, pois sabia que sua vida precisava de mudança e da aprovação de Deus.

Humilde, se arrepende de ter enganado seu irmão Esaú, e reconcilia-se com este - Gn 33.4-5.

Questões a serem debatidas:

1. Quais foram as atitudes de Jacó ao ser enganado por Labão, repetidas vezes? (Ele não procurou se vingar, mas agiu com cautela, até que, cansado de tantas dificuldades, decidiu retornar à casa de seu pai). Professor: valorize as mudanças de atitudes de Jacó: de enganador a enganado - mas não retribuindo engano a seu sogro, recusando-se a guardar rancor e humilhando-se ao pedir perdão a Esaú.
2. Jacó arriscou-se muito ao ir ao encontro de Esaú, pois este lhe vinha ao encontro com (Gn 32.6). Você está disposto a arriscar para reconciliar-se com alguém que ofendeu?

Versículo para decorar: "Espere pelo Senhor, e Ele dará a vitória a você" - Provérbios 20.21.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Anote V para verdadeiro e F para falso:

a (   ) Isaque pediu a seu filho Jacó para casar-se com uma mulher cananéia - Gn 28.1-2.
b (   ) Através da descendência de Jacó todos os povos seriam abençoados – Gn 28.13-14
c (   ) Labão foi honesto com Jacó – Gn 31.6-7
d (   ) Deus olhou para as injustiças que Jacó sofreu e o fez prosperar - Gn 31.42
e (   ) Ao nos vingar, fazemos a vontade de Deus - Rm 12.17-21

2)     Leia os versículos indicados e responda:

a) Gênesis 31.42: quanto tempo Jacó serviu a Labão para casar-se com Lia e Raquel?
…………………........................................................................................................
b) Gênesis 31.43: qual foi a mentira de Labão nesta passagem? Porque era mentira?
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................
c) Gênesis 32.3-5: como Jacó chamou Esaú? Qual era a mensagem final que enviou a ele?
…………………........................................................................................................
d) Gênesis 32.24-31: como se chamou o local em que Jacó lutou para obter a confirmação da bênção do Senhor?
…………………........................................................................................................


Respostas dos exercícios:

1a - F (pediu para que casasse com uma das filhas de Labão, em Padã-Arã)
1b - V
1c - F (foi desonesto, primeiro entregando Lia, ao invés de Raquel, em casamento e depois mudando-lhe o salário dez vezes do combinado)
1d - V
1e - F (a vingança pertence a Deus, e não a nós)

2a - 14 anos
2b - Afirmou que os rebanhos eram dele, quando na verdade, Jacó tinha trabalhado 6 anos para obtê-los (Gn 31.41)
2c - Chamou de senhor, e pediu que o recebesse bem
2d - Peniel (v. 30), que significa "vi Deus face a face".

____________________________________________________________________
LIÇÃO 10 –  A HISTÓRIA DE JOSÉ - 1ª PARTE
Gênesis 37 e 39

Leitura inicial: Gênesis 37.2-11.

José era o filho preferido de Jacó (Israel) - por ser filho de Raquel (esposa favorita de Israel) e por ter qualidades morais que o diferenciavam de seus irmãos ("contava ao pai a má fama deles" - Gn 37.2).

Infelizmente, seus irmãos o odiavam, ainda mais que revelara 2 sonhos em que José seria governador sobre eles. Outra situação que aumentou a rixa foi o fato de José receber de presente uma bela túnica de seu pai (Gn 37.3).

A forma como José revelou seus sonhos, provavelmente de forma orgulhosa, foi o estopim para os trágicos eventos subsequentes. Nesta época, ele tinha 17 anos (Gn 37.2).

Professor: reflita com os alunos sobre vaidade e orgulho - destaque que tais atitudes são pecado e nos separam das pessoas e de Deus.

Os irmãos de José, ao vir ele de encontro a eles, não o suportavam mais, e decidiram matá-lo (Gn 37.18-24).

Felizmente, um irmão de José, Rúben, influenciou os demais para pouparem-lhe a vida. Você é influência positiva ou negativa ao seu redor? Quando todos tramam o mal, você é um que concorda, ou se opõe? A vida de José estava em perigo, e como veremos na próxima lição, a atitude de Rúben em poupá-lo foi importante para que toda a família fosse salva da fome.

Os irmãos deliberaram em vendê-lo como escravo para o Egito (Gn 37.25-28). Você pode imaginar a vida de um escravo?

Professor: permita os alunos refletirem sobre as condições de um escravo, sem direitos, sem salário, sem poder escolher uma profissão, etc. - termine enfatizando que assim é o pecado - ele nos tira o direito de termos paz, comunhão com Deus e a verdadeira liberdade.

Agora José é escravo no Egito, na casa de Potifar - um oficial de faraó (o rei do Egito) - Gn 39.1-6. Por ser um rapaz zeloso em suas tarefas, logo destacou-se dos demais escravos, e Deus estava com ele. E você? É atencioso com suas tarefas (em casa e na escola), ou faz tudo relaxadamente e reclamando? Lembre-se que José foi abençoado por Deus, mesmo sendo escravo, e nós precisamos, como cristãos, sermos bons exemplos  diante de um mundo corrupto e cheio de males.

Mas José seria provado numa área em que muitos cedem facilmente: o sexo. A mulher de Potifar o seduz - Gn 39.7-20. Neste relato, vemos que José rejeitou repetidamente o convite para o mal, sabendo que seria pecado ter relações sexuais com uma pessoa casada (Gn 39.9). O código moral de José, apesar de o ter afastado de pecar, não o livrou da prisão. Mesmo diante das dificuldades, José perceberia que Deus estava com ele - Gn 39.21. Deus usaria mesmo circunstâncias difíceis para trazer bênção para as pessoas de sua época, como veremos na 2ª parte da história de José.

Professor, reflita com os alunos sobre a importância de rejeitar o pecado e obedecer à vontade de Deus - pois somente assim teremos uma vida de verdadeira bênção e libertação do mal. Ainda que venhamos a sofrer consequências desagradáveis, Deus está no controle dos acontecimentos à nossa volta.

Versículo para decorar: "Não se desvie nem para a direita nem para a esquerda; afaste os seus pés da maldade." (Provérbios 4.27)

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1. Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna, indicando também o versículo onde encontra-se a resposta (leia os capítulos 37 e 39 de Gênesis para encontrar as respostas corretas):

Questão
Resposta
Versículo
1. Quem procurou poupar a vida de José
a. Potifar
 
2. Local em que José encontrou seus irmãos, no campo
b. Rúben
 
3. Oficial de faraó em cuja casa José trabalhou como escravo
c. Israel
 
4. Nome do pai de José
d. Judá
 
5. Quem propôs vender José para os ismaelitas
e. Dotã
 

2)     Leia os versículos indicados e responda:

a) Gênesis 37.28: por quantas peças de prata foi José vendido como escravo?
…………………........................................................................................................
b) Gênesis 37.31-33: de que forma os irmãos de José enganaram seu pai?
…………………........................................................................................................
c) Gênesis 39.7-10: como José enfrentou a contínua sedução da mulher de Potifar?
…………………........................................................................................................
d) Gênesis 39.11-12: de que forma José escapou e o que deixou para trás?
…………………........................................................................................................


Respostas dos exercícios:

1 - 1b (Gn 37.21-22), 2e (Gn 37.17), 3a (Gn 39.1), 4c (Gn 37.2), 5d (Gn 37.26-27)

2a - 20
2b - Afirmaram que acharam a túnica de José, que haviam encharcado de sangue de um bode.
2c - Recusou-se a pecar e evitava ficar perto dela
2d - Ele fugiu da casa, deixando seu manto.

____________________________________________________________________

LIÇÃO 11 –  A HISTÓRIA DE JOSÉ - 2ª PARTE





Gênesis - capítulos 40 - 41 e  45

Dica para o professor: procure ilustrar os sonhos de faraó, pesquisando na internet figuras de pés de trigo e de vacas gordas e magras.

Na lição passada vimos como José foi vendido como escravo pelos seus irmãos, indo parar no Egito, onde foi preso após sofrer calúnia.

Na prisão, José continuava a ser fiel a Deus, trabalhando. Logo começou a ser responsável por outros presos. Lá ele conheceu 2 prisioneiros especiais: o copeiro e o padeiro de faraó (o rei do Egito). Eles estavam encarcerados porque haviam ofendido faraó (Gn 40.1-4). Estes 2 prisioneiros tiveram 2 sonhos diferentes, e José os interpretou - para o copeiro, o sonho representava que voltaria a servir faraó, para o padeiro, que seria morto (Gn 40.9-13 e 16-19). Após 3 dias, ocorreu o que José interpretara, mas o copeiro do faraó esqueceu-se de José (Gn 40.23).

Depois de 2 anos, o próprio faraó teve um sonho - vamos ler os detalhes em Gênesis 41.1-7. Mas ninguém conseguia interpretar tais sonhos, até que, finalmente, o copeiro do faraó lembrou-se de José e da interpretação correta que dera ao seu sonho, 2 anos antes.

José foi trazido de imediato à presença do faraó, e pode interpretar os sonhos: Gn 41.14-16 e 25-27.

Professor, leia com os alunos as passagens e procure enfatizar Gn 41.15-16 - José transformado, de um rapaz orgulhoso em um homem humilde, que dá toda glória a Deus.

Algo surpreendente ocorre: José é promovido a vice-rei do Egito! Gn 41.39-43. Você está pronto para ser usado por Deus em qualquer situação? José estava pronto - apesar de estar preso, esperava sua libertação, o momento em que Deus agiria e o livraria. Agora ele é vice-rei da nação mais poderosa da época. Assim, sua influência se espalharia por todo o mundo conhecido da época, livrando povos da fome e da destruição.

Após os 7 anos de fartura, houve fome em toda a terra. Lembra-se que o pai de José e seus irmãos moravam na Palestina? (Professor: localize num mapa o Egito e a Palestina). Lá também havia fome. Israel manda seus filhos comprarem alimento no Egito (Gn 42.1-2). Era a oportunidade de José se vingar! Porém, ele se conteve, e quando seus irmãos chegaram no Egito, passou a investigá-los (Gn 42.7-8).

Lembre-se que a vingança pertence a Deus (Rm 12.19) - José tinha poder para matar seus irmãos, mas exigiu deles que retornassem a Canaã (Palestina) com a comida que precisavam e com seu irmão mais novo (que ficara com o pai) - Benjamim (Gn 42.15-16).

Seus irmãos retornaram para Canaã e Simeão ficou preso, como garantia de que voltariam com Benjamim. Benjamim era filho de Raquel, portanto, irmão de mesmo pai e mãe de José. Após consumirem toda a comida, foram obrigados a voltarem ao Egito, para comprar mais, agora com Benjamim. O encontro entre José e os irmãos, desta vez, seria emocionante e reconciliador - Gn 45.1-9. Agora todos seus familiares viveriam no Egito, em segurança.

José perdoou seus irmãos - você está disposto a perdoar quem lhe ofendeu?

Seus irmãos se arrependeram pelo que fizeram a José. Assim, Deus permitiu que, mesmo em circunstâncias difíceis, todos fossem livrados da fome. O Deus que esteve com José é o mesmo Deus que nos ama e cuida sempre de nós.

Versículo para decorar: "Nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira... minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor." (Romanos 12.19)

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1. Leia os capítulos 40 e 41 de Gênesis e coloque as frases na ordem correta (de 1 a 5) dos acontecimentos:

_____ José é feito governador do Egito por faraó
_____ José interpreta o sonho do copeiro
_____ José pede ao copeiro que lembre-se dele, quando sair da prisão e estiver na presença de faraó
_____ Faraó tem um sonho e ninguém consegue interpretá-lo
_____ José diz a faraó que Deus dará a faraó a interpretação do sonho

2)     Leia os versículos indicados e responda:

a) Gênesis 40.9-12: o que significavam os 3 ramos?
…………………........................................................................................................
b) Gênesis 40.20-23: quem foi restaurado na presença de faraó e quem perdeu sua vida, conforme previsto no sonho que José interpretara?
…………………........................................................................................................
c) Gênesis 41.2-4: o que as vacas magras fizeram às vacas gordas, no primeiro sonho de faraó?
…………………........................................................................................................
d) Gênesis 41.28-36: quanto da colheita do Egito José recomendou a faraó reter nos anos de boa safra?
…………………........................................................................................................
e) Gênesis 45.4-5: Como José interpretou todos os acontecimentos, desde que seus irmãos o venderam como escravo?


Respostas dos exercícios:

1 - sequência histórica:
1. José interpreta o sonho do copeiro
2. José pede ao copeiro que lembre-se dele, quando sair da prisão e estiver na presença de faraó
3. Faraó tem um sonho e ninguém consegue interpretá-lo
4. José diz a faraó que Deus dará a faraó a interpretação do sonho
5. José é feito governador do Egito por faraó
2a - 3 dias
2b - O copeiro foi restaurado e o padeiro foi enforcado.
2c - Comeram as vacas gordas
2d - Um quinto
2e - "pois foi para salvar vidas que Deus me enviou adiante de vocês"

____________________________________________________________________

SÉRIE ÊXODO







LIÇÃO 1 –  DEUS CHAMA MOISÉS
Êxodo - capítulos 1 a 4

Esta série de lições trata sobre as grandes intervenções de Deus para livrar Seu povo. Procure ministrar com emoção, interação e ênfase na ação de Deus. Evite a simples exposição monótona dos fatos! Interaja com os alunos e seja um apreciador com eles dos eventos relatados na Bíblia.

Leitura inicial: Êxodo 1.7-14. Professor: mostre num mapa a localização do Egito.

Faraó teve medo do povo israelita, que multiplicava-se e espalhava-se pelo Egito. Qual foi a ordem dada por ele para limitar a expansão do povo de Israel? Ex 1.15-16.

Como a mãe de Moisés o protegeu? Ex 2.2-3.

Quem o vigiou? Ex 2.4. Quem viu o cesto e o que aconteceu? Ex 2.5-9.

Moisés = "tirado das águas" - Ex 2.10.

Deus estava protegendo Seu povo (os israelitas) e a Moisés, pois tinha um plano definido para libertá-los.

Também para nós Deus tem planos específicos:

1. que sejamos salvos do mal e do pecado;
2. que sejamos santificados (isto é, separados para Ele);
3. que nos tornemos Suas testemunhas neste mundo;
4. que O glorifiquemos em nosso corpo, alma e espírito.

Moisés tentou resolver as injustiças de sua maneira (Ex 2.11.12), e precisou fugir. Ele precisava compreender que Deus agiria de forma diferente. Foi morar no deserto, em Midiã. Professor: mostre no mapa a localização desta terra, ao noroeste da atual Arábia Saudita.

Lá ele ficou durante 40 anos, mas Deus o chamou para uma missão especial: Êxodo 3.1-5, 10. Isto aconteceu no monte Horebe (também chamado de Monte Sinai), no sul da península do Sinai (mostre no mapa para os alunos).

Mas Moisés tinha outros planos, e apresentou várias objeções ao seu chamado, revelando suas fraquezas:

1. sentimento de inferioridade - "quem sou eu para apresentar-me...?" (Ex 3.11)
2. dúvidas sobre a ação de Deus - "e se..." (Ex 4.1)
3. timidez - "...nunca tive facilidade para falar..." (Ex 4.10)
4. preguiça - "...peço-te que envies outra pessoa." (Ex 4.13)
 
Hoje, a tarefa da igreja é ser proclamadora (divulgadora) da mensagem de libertação do evangelho (boas novas). Quais os obstáculos que você coloca na sua vida para servir a Deus?

Versículo para decorar: "Mostra-me, Senhor, os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas" (Salmo 25.4)

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1. Leia os capítulos 1 a 4 de Êxodo e coloque as frases na ordem correta (de 1 a 5) dos acontecimentos:

_____ Moisés vê a sarça ardente em Horebe
_____ Moisés foge para a terra de Midiã
_____ Deus chama Moisés para libertar o povo de Israel
_____ Faraó decreta a morte dos recém-nascidos meninos hebreus
_____ Moisés apresenta desculpas para não atender o chamado de Deus, mas, por fim, acaba voltando ao Egito

2)     Leia os versículos indicados e descubra mais fatos sobre a lição de hoje:

a) Êxodo 3.17: o que haveria na terra que Deus prometeu ao povo israelita?
…………………........................................................................................................
b) Êxodo 3.1: como também é chamado o monte Horebe?
…………………........................................................................................................
c) Êxodo 2.16-17: o que Moisés fez quando os pastores queriam expulsar as moças?
…………………........................................................................................................
d) Êxodo 4.1-9: quais os 3 sinais que o povo israelita veria em Moisés para que acreditasse que fora enviado por Deus?
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................

e) Êxodo 3.13-14: como Deus disse que era seu nome?
…………………........................................................................................................


Respostas dos exercícios:

1 - sequência histórica:
1. Faraó decreta a morte dos recém-nascidos meninos hebreus
2. Moisés foge para a terra de Midiã
3. Moisés vê a sarça ardente em Horebe
4. Deus chama Moisés para libertar o povo de Israel
5. Moisés apresenta desculpas para não atender o chamado de Deus, mas, por fim, acaba voltando ao Egito
2a - leite e mel com fartura
2b - o monte de Deus
2c - veio em auxílio delas e deu água ao rebanho
2d - 1. transformar uma vara em serpente (v. 3); 2. sua mão ficaria leprosa e depois seria curada (vv. 6-7) e 3. transformação da água em sangue (v.9)
2e - "Eu Sou o que Sou"

____________________________________________________________________





LIÇÃO 2 –  LIBERTAÇÃO DO EGITO
Êxodo - capítulos 5 a 12

O povo de Deus era escravo no Egito, e Moisés é chamado por Deus para ser o líder dos eventos da libertação. Êxodo (grego) = “saída”.

Observe que Moisés foi o líder, mas Deus foi o condutor de cada evento, mostrando Sua soberania sobre a história. Mesmo a oposição de faraó (o homem com maior poder na terra na época) não impediu o agir de Deus.

Moisés e seu irmão Arão dirigem-se ao faraó, mas este mostra desprezo pelo Todo-Poderoso - Êxodo 5.1-2. A bíblia afirma: "Diz o tolo em seu coração: Deus não existe." (Salmo 14.1).

Além de não deixar o povo hebreu ir, faraó aumentou as cargas de trabalho - Ex 5.6-8. Mas de Deus não se zomba, agora o Egito sofreria as consequências de seu líder opor-se à vontade do Senhor Todo-Poderoso. Iniciam-se as 10 pragas:

1. Águas tornam-se sangue - Ex 7.19
2. Invasão de rãs - Ex 8.5-6
3. Piolhos - Ex 8.16
4. Enxames de moscas - Ex 8.24
5. Peste sobre os animais - Ex 9.3-4
6. Úlceras - Ex 9.8-9
7. Fogo e pedras - Ex 9.22-25
8. Invasão de gafanhotos - Ex 10.12,15
9. Trevas sobre o Egito - Ex 10.21-22
10. Morte dos primogênitos - Ex 11.4-5.

O que os israelitas deveriam fazer para se proteger da 10ª praga? Ex 12.3,7,13. Estas ações são símbolo do sacrifício de Cristo (sangue derramado), que nos redime para a vida eterna.

Porém, em todas estas pragas Deus poupava Seu povo. Assim também Deus poupará a Sua igreja da ira vindoura - Rm 5.9. Esta ira é reservada aos ímpios - Cl 3.6.

Faraó, ao permitir que seu coração endurecesse à vontade de Deus, trouxe humilhação e morte ao seu povo. Um coração obstinado é a pior coisa que pode acontecer, pois impede de crermos no que fatalmente irá ocorrer, por força da determinação do que Deus planejou. Finalmente, o faraó aceita as evidências do agir de Deus e permite ao povo de Israel que saia do Egito - Ex 12.31-32.

A libertação do Egito marca o início do calendário judaico - Ex 12.1-2. Deus é soberano, e condutor da história, seus planos eternos não poderão ser frustrados!

Versículo para decorar: "Diz o tolo em seu coração: Deus não existe." (Salmo 14.1).

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1. Leia os capítulos 5 a 12 de Êxodo e coloque as frases na ordem correta (de 1 a 5) dos acontecimentos:

_____ Deus envia as primeiras 9 pragas ao Egito
_____ Morrem todos os primogênitos dos egípcios
_____ O povo de Israel sai do Egito
_____ Deus institui a Páscoa judaica
_____ Moisés fala com faraó e este aumenta a opressão sobre o povo

2)     Leia os trechos indicados e descubra mais fatos sobre os eventos da saída do povo de Israel do Egito:

a) Êxodo 12.31-41: período que os israelitas viveram no Egito:
…………………........................................................................................................
b) Êxodo 6.1-8: atributo de Deus mencionado nesta passagem:
…………………........................................................................................................
c) Êxodo 7.19-24: porque o coração de faraó se endureceu?
…………………........................................................................................................
d) Êxodo 9.22-28: local onde não caiu granizo:
…………………........................................................................................................
e) Êxodo 12.-1-11: marca que protegeria as casas dos israelitas e não permitiria que seus primogênitos morressem:
…………………........................................................................................................


Respostas dos exercícios:

1 - sequência histórica:
1. Moisés fala com faraó e este aumenta a opressão sobre o povo
2. Deus envia as primeiras 9 pragas ao Egito
3. Deus institui a Páscoa judaica
4. Morrem todos os primogênitos dos egípcios
5. O povo de Israel sai do Egito
2a - 430 anos (vv. 40 e 41)
2b - "todo-poderoso" (v.2)
2c - porque os magos do Egito também conseguiram transformar água em sangue (v.22). Nota: quem transformou toda a água do Egito em sangue foi o Senhor, através de Moisés. Os magos do Egito apenas transformaram uma pequena porção de água em sangue, e faraó foi iludido por este truque.
2d - a terra de Gósen, onde estavam os israelitas (v.26)
2e - sangue nas laterais e nas vigas superiores das portas (v. 7)

____________________________________________________________________
LIÇÃO 3 –  LIVRAMENTO DO POVO DE DEUS
Êxodo - capítulos 13 a 15

Debate inicial: ser livre é importante? O que é liberdade? Observe que liberdade não é a mesma coisa que libertinagem - liberdade implica em escolher as melhores coisas, enquanto libertinagem implica em escolher qualquer coisa, inclusive aquelas que irão prejudicar a mim e aos outros.

O povo de Israel sai do Egito, e seu número é estimado em 3 milhões de pessoas, com base em Ex 12.37-38.

Primeiramente, vagaram pelo deserto, próximo ao Mar Vermelho (professor, mostre num mapa a localização do Mar Vermelho - trata-se de um evento histórico, valorize as informações e demonstre a historicidade dos eventos) - Ex 13.18.

Vamos pesquisar na Bíblia os versículos que relatam vários detalhes desta caminhada (não responda diretamente para os alunos, procure envolvê-los na leitura e na formação da resposta):

- Como Deus dirigia o povo de Israel? Ex. 13.21-22.
- O que os israelitas levaram? Ex 13.19
- Quem correu atrás dos israelitas? Ex 14.5-7
- Qual foi a resposta de Moisés ao povo? Ex 14.13-14
- Qual foi a ordem de Deus? Ex 14.16
- O que Deus fez para atrapalhar o exército egípcio? Ex 14.19-20

Debate: precisava o povo temer os egípcios? Porquê?

A travessia do Mar Vermelho ocorreu em seco, para os israelitas (leiam Ex 14.21-22).

Entretanto, os egípcios, ao tentarem segui-los, pereceram totalmente (leiam Ex 14.27-28).

O que os israelitas fizeram, após este livramento? (leiam Ex 15.1-2) Eles louvaram o Senhor, reconhecendo que todos os acontecimentos foram dirigidos por Ele, e nenhum israelita pereceu, somente os egípcios.

Debate: do que Deus nos livra hoje? (pela cruz, ele nos livra do pecado, do mal e da morte eterna).

Versículo para decorar: "O Senhor é aminha força e a minha canção; Ele é a minha salvação!" (Êxodo 15.2).

EXERCÍCIOS

1. Leia os capítulos 13 a 15 de Êxodo e coloque as frases na ordem correta (de 1 a 6) dos acontecimentos:

_____ Todo o povo de Israel louva a Deus pelo livramento dos exércitos egípcios
_____ Os exércitos egípcios saem em perseguição aos israelitas no deserto
_____ Os israelitas acampam junto ao Mar Vermelho
_____ As águas do Mar Vermelho se abrem qual muro à direita e à esquerda e o povo de Israel passa em seco por ele
_____ Deus atrapalha a marcha dos exércitos egípcios
_____ Os exércitos egípcios se afogam no meio da travessia do Mar Vermelho

2. Também com base em Êxodo 13 a 15, relacione a primeira coluna com a segunda:

1. Local onde as águas eram amargasa. faraó
2. Líder do povo de Israelb. o anjo de Deus
3. Quem mudou de ideia e perseguiu os israelitasc. Moisés
4. Quem ia colocou-se atrás de Israel, entre os egípcios e os israelitasd. Miriã
5. Irmã de Moisés e Arãoe. Mara


Respostas dos exercícios:

1 - sequência histórica:
1. Os israelitas acampam junto ao Mar Vermelho
2. Os exércitos egípcios saem em perseguição aos israelitas no deserto
3. Deus atrapalha a marcha dos exércitos egípcios
4. As águas do Mar Vermelho se abrem qual muro à direita e à esquerda e o povo de Israel passa em seco por ele
5. Os exércitos egípcios se afogam no meio da travessia do Mar Vermelho
6. Todo o povo de Israel louva a Deus pelo livramento dos exércitos egípcios

2. 1-e (Ex 15.23), 2-c (Ex 13.3), 3-a (Ex 14.5), 4-b (Ex 14.19), 5-d (Ex 15.20)
____________________________________________________________________
 IÇÃO 4 –  O MANÁ DO CÉU
Êxodo - capítulos 16 e 17

O povo de Israel agora estava no deserto, ao sul da península do Sinai (mostre no mapa para os alunos a localização) - Ex. 16.1.

Mostre aos alunos algumas figuras de deserto, e deixe-os comentar sobre as características e dificuldades em se viver neste ambiente.

Apesar de terem sido escravos no Egito, e passarem-se somente 45 dias desde a libertação, o povo estava esquecendo-se do que Deus fizera, reclamando muito (Ex 16.2-3).

Deus providenciou o abastecimento necessário para eles, pão e carne. Vamos verificar os detalhes:

- De onde viria o pão? (do céu - Gn 16.4)
- O que o povo deveria fazer, diariamente? (recolhê-lo)
- O que o Senhor lhes daria ao entardecer? (carne, Gn 16.8)
- A reclamação do povo estava dirigida a quem? (ao Senhor, Gn 16.8).

Reclamação é um hábito perigoso, pois uma queixa logo leva a outra, acumulamos amargura e deixamos de valorizar o que já temos para nos fixar naquilo que não temos. Você tem reclamado de coisas como escola, seus pais, sua igreja? Pois saiba que há muitas crianças sem escola, sem pais, sem igreja (nos países onde há perseguição ao cristianismo), e que gostariam muito de estar em seu lugar!

Deus teve paciência com o povo e quis ensiná-lo a depender dEle. Vamos ver o que aconteceu:

- No final da tarde - Gn 16.13 - codornizes (pequeno pássaro parecido com uma galinha) apareceram e o povo pode capturá-las.
- Ao amanhecer - Gn 16.13.14 - uma camada de orvalho apareceu, e depois de seca, flocos finos semelhantes a geada estavam sobre a superfície do deserto.

O nome e o gosto do pão: Ex 16.31.

O tempo em que Deus providenciou o maná: Ex 16.35.

Mas logo surge outro problema: Ex 17.1-2. E, para variar, o povo estava reclamando! Leiamos os versículos 3 a 7, do capítulo 17 de Êxodo, para conhecer os detalhes desta situação e como, novamente, Deus teve misericórdia do povo e supriu de água abundante.

Talvez nós não percebamos, mas diariamente o Senhor está nos sustentando. Como? Deixe os alunos refletirem sobre o assunto, lembrá-los que temos o pão diário, roupas e outras comodidades. Faça um tempo de oração com os alunos, agradecendo pela provisão diária que o Senhor nos dá.

Se houver tempo, permita-lhes desenhar um cartaz com pão, água, roupas e outras coisas que recebemos, com uma frase de gratidão ao Senhor por tais coisas.

Versículo para decorar: "Tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos" - 1 Timóteo 6.8.

EXERCÍCIOS

1. Leia os capítulos 16 e 17 de Êxodo e responda:

a) Onde apareceu a glória do Senhor? _____________________________________________________________

b) Em qual dia não haveria o maná sobre o solo? ____________________________________________________

c) Qual era a cor do maná? ____________________________________________________

d) Qual o nome do monte onde saiu água da rocha? _________________________________

e) Qual o nome do povo que foi vencido por Israel em Refidim? ___________________________

2. Também com base em Êxodo 16 e 17, relacione a primeira coluna com a segunda:

1. Local onde os amalequitas atacaram os israelitasa. derretia-se
2. No por do sol, o povo de Israel comeriab. Refidim
3. O que ocorria com o maná quando o sol esquentavac. apedrejá-lo
4. O que o povo queria fazer a Moisés quando faltou águad. "O Senhor é minha bandeira"
5. Nome do altar que Moisés construiue. carne


Respostas dos exercícios:

1 -
a) na nuvem (Ex 17.8)
b) sábado (Ex 16.25-26)
c) branco (Ex 16.31)
d) Horebe (Ex 17.6)
e) amalequitas (Ex 17.8-13)

2. 1-b (Ex 16-13), 2-e (Ex 16.12), 3-a (Ex 16.21), 4-c (Ex 17.4), 5-d (Ex 17.5)
____________________________________________________________________
 LIÇÃO 5 –  A ENTREGA DA LEI
Êxodo - capítulos 19 e 20

Debate inicial: o que é lei? Porque existem leis?

Na lei existem regras ou mandamentos que regem uma sociedade. Pela lei, por exemplo, todos nós devemos pagar impostos e obedecer as normas de trânsito. Sem a existência de leis, a sociedade seria caótica, confusa, ainda mais injusta e perversa - sem lei não há ordem!

Leitura em classe: Êxodo 20.1-17 - explique aos alunos o sentido das palavras ou expressões que talvez não conheçam bem:

Deuses (v. 3) = qualquer pessoa ou entidade que se atribua poderes que somente Deus, o Criador, tenha
Ídolo (v.4) = imagem para adoração
Tomar em vão (v.7) = falar de qualquer jeito, sem respeito
Adulterar (v.14) = infidelidade entre os cônjuges, sexo fora do casamento monogâmico (entre um homem e uma mulher)
Furtar (v. 15) = roubar
Falso testemunho (v. 16) = mentira, engano
Cobiçar (v. 17) = desejar

Debate: qual o mandamento mais importante?

O objetivo dos mandamentos: o equilíbrio do homem com Deus e seus semelhantes. Quando um dos mandamentos é violado, rompe-se este equilíbrio, e a paz e harmonia são prejudicados. O homem é o principal interessado e beneficiado por estes mandamentos, já que eles são princípios universais de convivência, em defesa da família, da propriedade, da vida e da saúde espiritual e mental.

Qual o mandamento quebrado pelo aborto? (Ex 20.14)
Quando se faz "cola" na prova? (Ex 20.15) - colar equivale a "furtar a nota"!
Pelo desprezo dos pais? (Ex 20.12)
Pela inveja e ciúmes? (Ex 20.17)

Jesus resumiu os mandamentos de Deus em Mateus 22.36-40:

- Amar a Deus, acima de tudo - esta é a ênfase dos primeiros 4 mandamentos.
- Amar ao próximo, como a si mesmo - esta é a ênfase dos últimos 6 mandamentos.

Versículo para decorar: "A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma" - Salmo 19.7.

EXERCÍCIOS

1. Leia os capítulos 19 e 20 de Êxodo e responda:

a) Qual foi o local em que os mandamentos foram entregues por Deus a Moisés? _______________________

b) Qual seria o sinal para o povo subir ao monte? ____________________________________________________

c) Como foi chamado a terra do Egito? ____________________________________________________

d) Até quantas gerações seriam abençoadas por Deus, pela obediência dos pais? _________________________________

e) Qual a promessa contida no mandamento de obediência a pai e mãe? ___________________________

2. Também com base em Êxodo 19 e 20, relacione a primeira coluna com a segunda:

1. Tempo que os israelitas tinham saído do Egitoa. 6 dias
2. Dia em que o povo deveria estar preparadob. três meses
3. Em quantos dias o Senhor fez os céus e a terrac. cinco
4. Versículo do capítulo 20 de Êxodo onde proíbe-se matard. terceiro dia
5. Versículo do capítulo 20 de Êxodo onde proíbe-se prostrar-se diante de imagense. treze


Respostas dos exercícios:

1 -
a) em Sinai  (Ex 19.1,11,18,23)
b) um toque longo de corneta (Ex 19.13)
c) terra da escravidão (Ex 20.2)
d) mil (Ex 20.6)
e) vida longa na terra (Ex 20.12)

2. 1-b (Ex 19.1), 2-d (Ex 19.15), 3-a (Ex 20.11), 4-e (Ex 20.13), 5-c (Ex 20.5)
____________________________________________________________________
 SÉRIE PARÁBOLAS
IÇÃO 1 - A PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO 

Leitura inicial: Lucas 15.1-2 e 11-24 

Parábola: estória que ilustra verdades espirituais.

Pródigo = gastador, esbanjador. 

Debate em classe: (professor, procure estimular o debate, sem apresentar as respostas de imediato ou os versículos relacionados, ensine com o método de instigar a investigação bíblica). 
- Quem estava presente quando Jesus contou esta parábola? (v. 1 e 2)

Nota: publicanos: classe de pecadores – fariseus – grupo religioso judaico que acreditava que só a estrita observância da lei poderia permitir nos aproximar de Deus. Mestres da Lei – interpretavam as Escrituras e resumiam-nas em forma de ensinos e preceitos. 

- Quais as 3 atitudes do filho mais novo?
(1. pediu a herança antes do pai morrer – v. 12
2. Foi para uma região distante – v.13
3. desperdiçou seu dinheiro vivendo irresponsavelmente – v.14) 
- Qual destas 3 atitudes foi a mais errada? Por quê? 
- Porque o filho mais novo pediu sua parte na herança? (para ele, seu pai estava como que morto, ausente de seus sentimentos e convívio – não tinha mais alegria de conviver com seu irmão e pai). 
- O que aconteceu naquela região? (v.14) 
- O que o rapaz fez? (v.15) 
- Qual era sua situação? (v.16) 
- O que aconteceu depois? (v. 17) 
- Qual foi então a decisão dele? (v. 18) 
- Esta decisão estava correta? Por quê?
(Todo o dinheiro e amigos se foram, só restou recorrer ao pai – ele não tinha mais nenhuma alternativa! Ele esperava que o pai o recebesse, pelo menos como um empregado). 
- Qual a confissão deste rapaz? (v.18) 
- O que ele queria agora? (v.19) 
- Qual a atitude do pai ao vê-lo? (v.20) 
- O que o pai decidiu fazer? (vv. 22-24)

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA 

1. Verdadeiro ou Falso?
a.(   ) Jesus contava parábolas para complicar o entendimento da Palavra de Deus
b.(   ) Os dois filhos pediram a herança para seu pai
c.(   ) Por causa da fome, o filho mais novo economizou dinheiro
d.(   ) O filho, ao cair em si, percebeu que havia pecado contra o céu e contra seu pai
e.(   ) O pai empregou seu filho e deu-lhe um salário 
2. Leia Lucas 15.25-32 e responda:
a) Onde o filho mais velho estava? _______________________________________
b) Qual foi o sentimento deste filho ao saber que seu irmão voltara? ____________________________________________________________________
c) Por quê o pai decidiu fazer a festa? ____________________________________________________________________________________________________________________________________________
d) Agora, juntamente com seus pais, reflitam e respondam:
O pai estava certo ao festejar a volta de seu filho? Por quê?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________________________________
3. Complete com as letras que faltam:
a) O que o filho queria – v. 12: __  __  __  __  __  __  __
b) O que ocorreu na região distante – v.14: __  __  __  __
c) Animais que o rapaz teve de cuidar – v.15:  __  __  __  __  __  __
d) Como o filho queria ser tratado ao retornar à sua casa? – v.19: como um
__  __  __  __  __  __  __  __  __
e) O que o pai ordenou trazer ao seu filho – v.22: a melhor __  __  __  __  __, um __ __ __ __ e __  __  __  __  __  __  __  __

Respostas dos exercícios:
1)
a- F (Jesus contava parábolas para facilitar o entendimento da Palavra de Deus)
b- F (apenas o filho mais moço pediu a herança)
c- F (ele não tinha mais dinheiro, foi procurar um emprego)
d- V
e- F (o recebeu como filho e fez uma festa para ele)

2)
a) no campo (v.25)
b) ira (v.28)
c) para celebrar a volta deste filho, porque ele estava perdido e foi achado
d) (resposta do aluno, porém pode ser citado que sim, o pai estava certo, pois recebeu aquele que estava perdido. Sendo seu filho, o amava, e o retorno dele lhe trouxe alegria - Lc 15.32).

3)
a) herança
b) fome
c) porcos
d) empregado
e) roupa, anel e calçados
____________________________________________________________________
LIÇÃO 2 - PARÁBOLAS DA OVELHA E DA MOEDA PERDIDA

Leitura: Lucas 15: 1-10

Introdução: muitas pessoas consideram-se boas e melhores que outras. Mas Jesus acentuou o valor do arrependimento do homem e do perdão de Deus, em contraste com o orgulho religioso. Fariseus e mestres da lei (Lucas 15.2) arrogavam-se o direito de estar com Jesus, mas negavam este direito para pecadores. Então Jesus os surpreende com uma parábola (estória que ilustra verdades espirituais) bem simples sobre o valor da graça de Deus.

Debate em classe: (professor: utilize o método interativo, visando incentivar que os alunos pesquisem na Bíblia a resposta às questões apresentadas – o método narrativo não é o mais apropriado para a faixa etária de 9 a 12 anos).

- Você já perdeu alguma coisa? O quê? Como fez para recuperá-la?

- Porque publicanos e pecadores estavam reunidos para ouvir Jesus? (v. 1)
Lembrando: publicanos: classe de pecadores desprezados pelos fariseus e mestres da lei.

- O que Jesus fazia que era alvo da crítica de fariseus e mestres da lei? (v.2)

- O que aconteceu na parábola para que a pessoa deixasse 99 ovelhas e fosse procurar somente uma? (v.2)

- Por que uma ovelha perdida é tão importante para o pastor?
(Todas as ovelhas são importantes, mas aquela que se perdeu precisa de ajuda imediata, pois caso não for auxiliada, pode ser devorada por um lobo)

- Qual o sentimento da pessoa ao encontrar a ovelha perdida? (v. 6: “coloca-a alegremente nos ombros” – ou seja, o pastor reencontrou a ovelha sem demonstrar zanga, mas fez com alegria o trabalho de trazê-la de volta ao rebanho!).

- A que Jesus compara esta parábola? (v.7: nenhuma atitude agrada mais a Deus do que arrependimento e humildade!)

- Quais as atitudes da mulher ao perder sua moeda? (v.8)
Nota: dracma = antiga moeda da Grécia.

- O que esta mulher fez semelhante ao pastor, ao reencontrar o que havia perdido? (v.9)

Uma ovelha que foge do pastor costuma ficar deitada e sem forças e não consegue mais mexer, levantar-se e andar. Não sobra ao pastor senão carregá-la, o que, em longas caminhadas, só é possível, se ele puser o animal aos ombros. Assim é Deus conosco, além de nos amar e buscar, nos dá seu perdão, livrando-nos de culpas e liberando-nos do mal, ao oferecer-nos sua graça salvadora. Lembre-se que graça é um favor imerecido, ou seja, Deus é que nos providencia a salvação, cabendo a nós apenas a fé (confiança) para recebê-la.

O que é arrependimento? (deixe os alunos falarem livremente, mas no final, caso não tiverem concluído adequadamente, destaque que o arrependimento é “mudar de rumo” -atitude contrária àquela tomada anteriormente – abandonar o pecado e seguir obediente a Cristo).

Encenação: caso houver tempo disponível, peça para 2 alunos (um menino representando o pastor e uma menina representando a mulher) façam dramatização das 2 parábolas – peça para um outro aluno narrar cada parábola durante a encenação).

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA

1. Verdadeiro ou Falso?
a.(   ) Jesus contava parábolas para aborrecer fariseus e mestres da lei
b.(   ) O homem deixou a ovelha em casa e saiu para encontrar as outras 99
c.(   ) Ele ficou muito zangado ao reencontrar a ovelha perdida
d.(   ) No céu, há muita alegria quando um pecador se arrepende
e.(   ) A mulher pediu para seu marido procurasse a moeda perdida

2. Durante a semana, decore o versículo de Lucas 15.7.

3. Releia as parábolas de Lucas 15.1-10 e responda:
a) Quantas vezes aparecem a palavra arrepender-se e suas variantes no texto? ______
b) Quantas vezes aparecem a palavra alegria e suas variantes? ______
c) Quantas vezes aparecem a palavra “pecador”? _________
d) Agora, juntamente com seus pais, reflitam e respondam:
Que perigos a ovelha perdida correu enquanto estava longe do pastor? Semelhantemente, que perigos corremos ao estarmos longe de nosso Pastor (Jesus)?
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

Respostas dos exercícios:

1)
a- F (contava parábolas para ensinar o povo sobre as verdades espirituais) 
b- F (deixou as 99 ovelhas e foi procurar a perdida)
c- F (ficou muito alegre)
d-V
e-F (ela própria foi procurar a moeda)

3)
a) 3 vezes (2 no v.7 e outra no v.10)
b) 5 vezes (v. 5,6,7,9 e 10)
c) 4 vezes (v. 1,2,7 e 10)
d) A ovelha poderia cair num precipício, ser devorada por predadores ou morrer por falta de água ou pastagem. Também corremos perigos espirituais quando deixamos de estar com nosso Salvador: pecado, intranquilidade, ataques de Satanás.
________________________________________________________________

LIÇÕES ESPECIAIS
LIÇÃO: MISSÕES

Objetivo: mostrar aos alunos que o amor às pessoas sem Cristo nos leva à missões.

Missões: esta palavra significa tarefa – uma ordem para espalhar o evangelho (boas novas) de Cristo.

No mundo, estima-se que há mais de 4 bilhões de pessoas que jamais ouviram as boas novas!

Sugestão: procure gravuras na internet de povos e países distantes e desafios missionários, apresentando-os aos alunos. Uma fonte de informações é a Revista Portas Abertas (www.portasabertas.org.br).

Professor: motive os alunos a lembrarem versículos, após cada pergunta. Não responda diretamente, pergunte-lhes se lembram um versículo relacionado à questão:

Porque fazemos missões? Mateus 28.19.

Para quem anunciamos o evangelho? Mc 16.15.

Qual a mensagem que levamos às pessoas? Jo 3.16, Rm 5.6, 8.

Quantos caminhos há para Deus? Jo 14.6, At 4.11-12.

Quem deve levar a mensagem missionária? 2 Co 5.20.

Qual nossa motivação em levar o evangelho para todos? 2 Co 5.14.

O que acontece no céu, quando um pecador se arrepende? Lc 15.7, 10.

Um verdadeiro cristão se interessa por missões, ora, contribui e evangeliza, porque crê que a salvação é para todos. Seu desejo é que o Reino de Deus cresça, e que todos cheguem ao arrependimento – 2 Pe 3.9.

Desafio missionário: que tal você pensar nos vários grupos que precisam de evangelismo e orar por eles? Vamos anotar alguns grupos?

Professor: incentive seus alunos a um momento de oração por algum grupo que a mensagem do evangelho pode significar nova vida - exemplo: drogados, crianças abandonadas,  idosos, seguidores de religiões não-cristãs, etc.

ATIVIDADES

1. Verdadeiro ou Falso?
a.(   ) A ordem de Jesus para missões foi dirigida a pastores e mestres
b.(   ) Missões significa ir anunciar o evangelho a todo mundo
c.(   ) Nosso motivo para missões é que queremos que nossa igreja seja conhecida
d.(   ) No céu, há muita alegria quando um pecador se arrepende
e.(   ) Podemos fazer missões somente quando saímos para outros países


2. Leia Atos 1.8 e responda:
a) Qual a origem do poder da igreja em missões?
____________________________________________________________________
b) Onde os discípulos testemunhariam?
____________________________________________________________________

3. Leia 2 Coríntios 5.14-21 e responda:
a) Qual nossa motivação para missões?
____________________________________________________________________
b) Como é chamada a mensagem do evangelho, neste texto?
____________________________________________________________________
c) Como os cristãos são chamados neste texto?
____________________________________________________________________
d) Qual a frase (apelo) que resume a mensagem de missões?
____________________________________________________________________

Respostas dos exercícios:
1.
a – F (foi dirigida a toda igreja, não apenas a pastores e mestres)
b – V
c – F (o verdadeiro motivo é o amor aos perdidos)
d – V
e – F (missões ocorrem tanto em nossa vizinhança, quanto no bairro, na cidade, no estado e no nosso país ou fora dele – At 1.8)

2.
a) o Espírito Santo
b) em Jerusalém, toda a Judéia e Samaria, e os confins da terra.

3.
a) o amor (versos 14 e 20)
b) mensagem da reconciliação (verso 19)
c) embaixadores de Cristo (verso 20)
d) “Reconciliem-se com Deus” (verso 20)

____________________________________________________________________

LIÇÃO – VIDA DE SANTIDADE


Definindo a palavra santificação: "tornar santo"; "consagrar"; "separar do mundo" e "apartar-se do pecado", a fim de termos ampla comunhão com Deus e servi-lo com alegria.

Santidade é o viver para Cristo, morrendo para o mundo – Rm 6.11, Gl 2.20. É a vontade de Deus para nós – 1 Pe 1.15-16.

O cristão é declarado santo por sua posição em Cristo, pela habitação do Espírito Santo; é a santidade de outro que nos torna santos! - Hb 10.10.

Nós fomos colocados em uma posição de santidade em Cristo diante de Deus; agora devemos nos oferecer a ele como santos, para sermos santificados plenamente até o último dia – Rm 12.1-2, 2 Co 7.1, Fp 2.15.

O princípio de uma vida em santidade é o de consagração “E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Cl 3.17). Veja também 1 Co 10.31.

A busca contínua por santidade é nosso desejo espiritual! Rm 6.22, Cl 3.12-14.

EXERCÍCIOS

1) Santidade vem do Senhor (somos chamados santos), e a recebemos por fé obediente. Permanecer em santidade é uma escolha nossa! Como sabemos que vivemos em santidade? (Gl 5.22-25)

_______________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________

2) Quais partes do nosso ser são chamadas para viver em santidade? (1 Ts 5.23)

_______________________________________________________________________________

3) Viver em santidade não nos torna melhor que outros (1 Jo 1.8) – mas cumpre a vontade de Deus para nós (Ef 1.4, 1 Ts 4.3). Anote algumas consequências da falta de santidade: Js 7.13, Ef 4.30, Hb 3.13

_______________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________
4) A santidade tem objetivos espirituais – anote alguns deles: Sl 1.1-3, 1 Co 10.31, 1 Ts 4.1, 1 Jo 1.5:

_______________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________


____________________________________________________________________




 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://4.bp.blogspot.com/_JU2rubRmAUk/RxfMFHMW0qI/AAAAAAAAAJY/l6EpiTtpVKk/S700/6qa0dw.gif

Postar um comentário